Pesquisa personalizada

Jacytan Melo Produções_Atrações Exclusivas_2013/2014

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Xico Bizerra, patrimônio de Pernambuco

Xico Bezerra
Créditos: Divulgação
Se perguntar a alguém quem é Xico Bizerra, poucos saberão responder. Mas se perguntar se já ouviram a música SE TU QUISER, lançada em 2002 e já foi regravada 54 vezes, aí com certeza muito irão lembrar. Pois é, esse é o nosso Xico Bizerra, cantor regional mais gravado nos últimos 3 anos. Para se ter uma idéia, cantores como: Alcimar Monteiro, Geraldinho Lins, Amelinha, Rosaura Muniz, Angela Luz, Quinteto Violado, Ivan Ferraz, Santana, Jorge de Altinho e uma infinidade de outros artistas gravaram canções do nosso querido Xico.

O COMEÇO - Desde a idade entre 14 e 15 anos o garoto já demonstrava que tinha talento para compor, compunha umas musiquinhas que impulsionou a sua veia artística. Seu primeiro projeto musical foi o FORROBOXOTE que chegou a produzir 6 CDs, a partir de 1999. Xico Bizerra já na
gaveta cerca de 200 composições próprias gravadas por intérpretes como Quinteto Violado, Dominguinhos, Flávio José, Marines, Santanna, Maria Dapaz, Maciel Melo, Amelinha e Petrúcio Amorim, dentre outros nomes de peso do cancioneiro nordestino. Xico, a partir do ano de 2003, vem se dedicando com afinco na produção de CDs temáticos, onde podemos observar o fruto desse trabalho no quarto CD, que se intitula CANTADORES DA NAÇÃO DE ‘SEU’ LUIZ que é uma homenagem ao rei do baião Luiz Gonzaga. Antes, havia produzido outros três CDs, destacando-se o MULHERES CANTADEIRAS DE UMA
NAÇÃO CHAMADA NORDESTE, que foi muito aplaudido pelo público e a crítica especializada, também composto de 16 faixas interpretadas por grandes cantoras regionais, entre elas Rosaura Muniz.

O 5° volume do FORROBOXOTE, só viria sair em 2006, intitulado ALMA SANFÔNICA, composto de 14 músicas de Xico Bizerra – algumas em parceria. O curioso é que neste álbum não traz nenhuma música de forró. Pode parecer estranho, mas é que Xico, quer mostrar que também navega em outras praias, tocando em sua sanfona ritmos como: tango, blues, fox-trote, samba, frevo, guarânia.

Um trabalho de Xico que merece destaque é a comemoração dos 60 anos do Baião, saindo o CD “DO REINO ENCANTADO DO NOVO EXU ÀS VEREDAS DO RESTO DO MUNDO E ADJACÊNCIAS”, no qual estão 16 faixas da autoria de Xico (algumas em parceria) interpretadas por cantadores nascidos na região da Chapada do Araripe (Ceará/Pernambuco), a exemplo de Santanna, Flávio Leandro, Joquinha Gonzaga e Chiquinha Gonzaga, dentre outros, que teve o patrocínio do Governo do Estado, através do Sistema de Incentivo à Cultura.

Xico Bizerra já fez incursão por outros ritmos, tendo contribuído com músicas para discos de choros, valsas, além de ter participado do Festival de Frevo da Prefeitura do Recife, em 2006 e 2007, obtendo, em ambas as oportunidades, classificação de seus Frevos de Bloco entre os finalistas daqueles eventos.