Pesquisa personalizada

Jacytan Melo Produções_Atrações Exclusivas_2013/2014

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Reinvidicações dos músicos de 2004 ficaram apenas no papel


Foi uma zoeira total, mais de sessenta produtores musicais se reuniram, no dia 17 de dezembro de 2004, na Fundação Joaquim Nabuco, para discutir a formação das Câmaras Setoriais de Música. Agora vai, foi a grita de todos. Não foi.

Com a presença de representantes da Bahia e de São Paulo, na mesa, e na maior expectativa estava a platéia, composta de 60 pessoas, entre elas Fred 04 (Mundo Livre) e Antúrio Madureira, no dia 14 de dezembro, no Recife, o Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC (na época), Sérgio Xavier, declarou serem os problemas da categoria os mesmos, em toda parte, mas que as soluções têm que ser diferentes.

Lembro bem: entre as propostas sugeridas pelo profissionais presentes, ressaltam-se:

* que a linguagem utilizada nas câmaras seja coloquial;

* diminuição de impostos para a produção independente, que hoje paga os mesmos tributos que as grandes gravadoras;

* subsídios para a produção independente;

* criação de uma fábrica de CDs, em Pernambuco;

* criação de uma câmara setorial local;

* criação de uma política que cuide dos músicos do Nordeste;

* distribuição da produção cultural do Estado, nas escolas;

* educação musical para crianças até seis anos;

* divulgação da produção musical brasileira pelas rádios e Tvs federais;

* criação de uma estação de rádio local (a Rádio Frei Caneca completou 40 anos sem sair do papeo);

* parceria com o Ministério Público e o Ministério da Justiça para o cumprimento das leis existentes