Pesquisa personalizada

Jacytan Melo Produções_Atrações Exclusivas_2013/2014

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Contrabaixista Esperanza Spalding, uma das revelações femininas do Jazz

(Reprodução/Internet)
Quando estava prestes a acontecer um dos maiores encontros de músicos no Recife (julho/2008), o TIM Festival, fiquei na expectativa de qual seria a atração dese ano. Quando descobri que estava para vir era Esperanza Spalding, uma das revelações do Jazz nos Estados Unidos, aplaudi a iniciativa.

Já faz um bom tempo não se via pelas bandas do Recife, ou até mesmo do Brasil, uma artista revelada no cenário do jazz despertar tanto interesse.

Nascida há 23 anos em Portland, no estado de Oregon, localizado na Região dos Estados do Pacífico, Esperanza foi uma garota prodigio, uma expert no violino, despertando para o contrabaixo para alegria nossa.

Mesclando pop e jazz, Esperanza prefere enveredar-se pelo canto carregado de teores jazzísticos, com toques ligeiramente clássicos e, ao mesmo tempo, modernos. O que encontramos no canto de Esperanza Spalding é um puro jazz com muito improviso - característico do estilo - e um imenso contrabaixo, contrastando com a fígura de traços delicados da garota, que têm-se a impressão de que é tocado por mais de uma pessoa, tal é o domínio da cantora instrumentista com o instrumento.

O talento de Esperanza não para por aí, o alvoroço que se criou em torno dela é bastante compreensível, o motivo é que essa belíssima norte-americana de apenas 23 anos traz uma bagagem completa: além de se destacar como instrumentista e cantora, ela também compõe e ministra aula na badalada Berklee College of Music, em Boston.

Em entrevista a Folha de São Paulo Esperanza declara: "Ouvi muita música pop, R&B e rap quando era mais jovem", disse a jazzista à Folha, citando entre seus favoritos de adolescência as bandas Cibo Matto, Counting Crows e A Tribe Called Quest, além do rapper LL Cool J e da cantora Tori Amos. "Escutei muito rock alternativo, mas muita música clássica também."

O que dizem dela

As publicações especializadas em jazz não têm economizado elogios. A revista mais influente "Down Beat", por exemplo, acaba de elegê-la (em 2008) "melhor baixista acústica em ascensão".

A reação de David Letterman, o mais popular entrevistador da TV norte-americana, foi sintomática. "Você é absolutamente maravilhosa", derreteu-se ao ouvir a contrabaixista e cantora Esperanza Spalding, um mês atrás, em seu talk-show.

Onde ouvir o som de Esperanza:

www.myspace.com/esperanzaspalding

Veja o vídeo: Esperanza Spalding Live in Copenhagen



Esperanza Spalding - I Know You Know



Página oficial de Esperanza:

www.esperanzaspalding.com