Pesquisa personalizada

Jacytan Melo Produções_Atrações Exclusivas_2013/2014

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Bonga

bonga3

bonga1bonga

Bonga cria uma genial fusão entre a sua pessoa e a música de Angola, tornando-as indissociáveis e tendo como maior estandarte, o Semba, um ritmo tradicional angolano correspondente ao samba brasileiro, mas percursor deste.

Bonga também interpretou géneros musicais cabo-verdianos, sendo responsável pela adulteração da coladeira “Sodade” para uma morna, 18 anos antes de Cesária Évora a tornar mundialmente famosa.

A sua música consegue ser tanto mordaz e incisiva como terna e nostálgica. Bonga tem sabido manter a coerência e a qualidade musical em mais de 30 anos de carreira e vivendo fora do seu país. Daí que o artista afirme parafraseando Fernando Pessoa: “a minha pátria é a música angolana”.

Bonga tem recebido inúmeros prémios de popularidade e homenagens relativamente à sua obra, onde conta com distinções varias, medalhas e discos de ouro e de platina, entradas nos podiuns de desporto e nos Tops musicais mais representativos, bom como participações ao lado dos mais ilustres músicos e eventos musicais internacionais. Bonga tem manifestado inúmeras vezes a sua solidariedade e altuismo dando concertos de benificência para instituições como a MRAR, a Amnistia International, FAO, ONU, UNICEF e também este concerto que se realizará no C.C.F. a 31 de Janeiro, reverterá a favor da acção missionária dos Capuchinhos em Angola. Para além disso tem participado em CD’s como por exemplo “Em Português Vos Amamos” dedicado a limor, “Paz em Angola” ou ainda “Todos Diferentes, Todos Iguais”, um marco importante da luta contra o racismo.